Caso Miguel: júri de mãe e madrasta acusadas por assassinato de menino começa hoje

A mãe do menino Miguel dos Santos Rodrigues e a ex-companheira dela vão a júri nesta quinta-feira, às 9h, no Foro de Tramandaí, no litoral Norte.

Miguel dos Santos Rodrigues foi torturado e morto em Imbé | Foto: Record RS / Arquivo Pessoal / CP

A mãe do menino Miguel dos Santos Rodrigues e a ex-companheira dela vão a júri nesta quinta-feira, às 9h, no Foro de Tramandaí, no litoral Norte. Elas são acusadas pela morte da criança, de sete anos, ocorrida em 2021. O julgamento deve se estender por dois dias.

A data foi definida pelo juiz Gilberto Pinto Fontoura, da 1ª Vara Criminal da Comarca de Tramandaí, após o esgotamento de recursos das defesas contra a decisão. As rés vão responder pelos crimes de tortura, homicídio qualificado e ocultação de cadáver.

Foi a madrasta da criança que revelou os fatos à Polícia Civil. Ela alega que a ex torturou e matou a vítima. A mãe de Miguel, no entanto, permanece em silêncio. A polícia afirma que localizou mensagens e fotos que indicam a participação das duas, que estão presas preventivamente desde então.

O crime ocorreu em Imbé. De acordo com o Ministério Público do RS (MPRS), entre os dias 17 de abril e 25 de julho daquele ano, as duas mulheres submeteram o menino a intenso sofrimento físico e mental, como castigo pelo fato de a criança buscar carinho, cuidado e atenção.

A acusação sustenta que Miguel chegou a ser trancado, com as mãos amarradas e imobilizadas com correntes e cadeados, dentro de um pequeno guarda-roupas por longos períodos durante um dos dias em que foi vítima das rés. Caso conseguisse se desvencilhar, as mulheres amarravam-no novamente.

Ainda segundo a denúncia, Miguel era obrigado a se alimentar somente quando as mulheres quisessem, da mesma forma que estava obrigado a fazer as necessidades fisiológicas no interior do móvel, inclusive sendo obrigado a limpá-lo como punição. O menino também passou por sofrimento mental e emocional, sendo obrigado a escrever, repetidamente, em um caderno, frases depreciativas contra si, como “eu sou um idiota”, “eu sou ladrão”, “eu sou ruim”, “eu sou cruel”, “eu sou malvado”, “eu não presto”, entre outras.

Já o homicídio, alega o MP, foi consumado entre os dias 26 e 29 de julho de 2021. A morte da criança foi decorrente de agressão física, insuficiência de alimentação, uso de medicamento inadequado e omissão de atendimento à saúde da vítima. Miguel também teve sua cabeça arremessada pela mãe contra uma parede, com tamanha violência que quebrou um azulejo com o impacto.

O júri será composto por sete pessoas. “Almejamos uma decisão condenatória que dê um desfecho satisfatório a esses crimes bárbaros praticados contra uma criança de sete anos, assassinada por sua genitora e pela companheira dela, no interior da sua residência”, destacou o promotor André Tarouco, responsável pela denúncia.

Na peça acusatória, Tarouco afirma que o crime foi praticado por motivo torpe, pois as rés, que mantinham relacionamento amoroso entre si na época do fato, demonstravam total desprezo à vítima, responsabilizando-a por prejudicar a relação, sendo considerado um entrave para o que supunham ser a felicidade do casal. O delito também foi cometido por meio cruel, pois elas, após intensas agressões à vítima e aplicação de medicamentos, privaram-na de cuidados médicos adequados, o que causou nela sofrimento desnecessário.

Além disso, o MP afirma que Miguel se encontrava debilitado física e psicologicamente, sendo forçado a ingerir medicamentos inapropriados a uma criança, não tendo forças para reagir e gritar por socorro diante do ataque de duas adultas.

Fonte: Correio do Povo

Compartilhe

Caso Miguel: júri de mãe e madrasta acusadas por assassinato de menino começa hoje

Share on whatsapp
WhatsApp
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn

Veja também!

Confira outras notícias

Temperaturas se elevam antes do avanço da frente fria no RS

Temperaturas se elevam antes do avanço da frente fria no RS

Digite aqui o título da sua notícia / artigo

Descreva aqui um pequeno resumo para sua notícia. Sugestão de no máximo 140 caracteres.

Brigada Militar e Polícia Civil prendem homem por Posse Irreg...

A Brigada Militar, através do 29°BPM e a Polícia Civil, através da Draco, na terça-feira (21/5), desencadearam operação conjunta em Ijuí

Dois corpos, e perna de possíveis vítimas foram localizados n...

Seguem as buscas por desaparecidos após a catástrofe que atinge o Rio Grande do Sul, e que também deixou rastros de destruição e ceifou vidas no Vale do Taquari.

Venâncio Aires confirma morte de morador por leptospirose apó...

A Prefeitura de Venâncio Aires, cidade do Vale do Rio Pardo a 133 km de Porto Alegre, confirmou uma morte por leptospirose nesta terça-feira (21).

Governo estuda comprar imóveis de até R$ 200 mil para desabri...

O governo federal estuda comprar imóveis de até R$ 200 mil para atender a pessoas desabrigadas no Rio Grande do Sul.

Renascer FM
Av. Bento Gonçalves, 953 - 2º Piso, Centro, Campo Novo - RS
Copyright © 2024
Renascer FM
Av. Bento Gonçalves, 953 - 2º Piso, Centro, Campo Novo - RS
Copyright © 2024
Atendimento por WhatsApp
Estúdio
Rádio Renascer FM
Atendimento das 08:00 às 18:00hs de segunda a sexta.
Atendimento por WhatsApp
Estúdio
Rádio Renascer FM
Atendimento das 08:00 às 18:00hs de segunda a sexta.

Renascer FM

Copyright © 2024

Este site utiliza cookies para garantir que você tenha a melhor experiência. Ao clicar em 'ok" e continuar navegando, você concorda com a nossa política de privacidade