Conselho Federal reconhece legitimidade do MPRS para recorrer da decisão do CREMERS que permitiu que Leandro Boldrini co

O Tribunal Superior de Ética Médica (TSEM) do Conselho Federal de Medicina entendeu como legítima a participação do Ministério Público do Rio Grande do Sul (MPRS) no processo ético-profissional (PEP) movido contra o médico Leandro Boldrini, condenado pela morte do filho Bernardo.

436200023_1205028737301719_7506795330361065047_n
Conselho Federal reconhece legitimidade do MPRS para recorrer da decisão do CREMERS que permitiu que Leandro Boldrini continuasse exercendo a profissão
O Tribunal Superior de Ética Médica (TSEM) do Conselho Federal de Medicina entendeu como legítima a participação do Ministério Público do Rio Grande do Sul (MPRS) no processo ético-profissional (PEP) movido contra o médico Leandro Boldrini, condenado pela morte do filho Bernardo. A decisão, no âmbito do recurso interposto pelo MPRS contra decisão absolutória do Conselho Regional de Medicina do Estado do RS (CREMERS) que permitiu ao médico que continue a exercer a profissão, é do final de março deste ano e leva em conta que a atuação do Ministério Público na defesa da saúde e da ordem pública deve ser garantida e ampliada, por ser uma determinação constitucional.
A defesa de Boldrini apresentou contrarrazões, alegando a ilegitimidade do órgão e postulando que o recurso não fosse aceito. O recurso agora aguarda análise de mérito a fim que seja definido se Boldrini poderá ou não continuar exercendo a medicina.
“O Ministério Público tem ampla legitimidade para atuar judicialmente na defesa da saúde pública da população. Pode o órgão apresentar recurso contra decisão absolutória no PEP, desde que esteja defendendo a saúde pública ou algum direito difuso, coletivo ou individual homogêneo”, diz a decisão do Conselho Federal de Medicina.
Para a coordenadora do Centro de Apoio Operacional Criminal e de Acolhimento às Vítimas, promotora de Justiça Alessandra Moura Bastian da Cunha, a decisão é de extrema relevância pelo reconhecimento do papel constitucional do Ministério Público na defesa da saúde pública e direitos individuais indisponíveis, também na seara administrativa, em prol da sociedade e das vítimas. “Agora, esperamos que, em breve, na análise do mérito, tenhamos a cassação de Leandro Boldrini, que, diante da hediondez do crime cometido, não apresenta quaisquer condições de continuar a exercer a medicina”, destaca.
Fonte e foto: MPRS

Compartilhe

Conselho Federal reconhece legitimidade do MPRS para recorrer da decisão do CREMERS que permitiu que Leandro Boldrini co

Share on whatsapp
WhatsApp
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn

Veja também!

Confira outras notícias

INMET emite alerta laranja de perigo para tempestade para Reg...

INMET emite alerta laranja de perigo para tempestade para Região Noroeste

Temperaturas se elevam antes do avanço da frente fria no RS

Temperaturas se elevam antes do avanço da frente fria no RS

Digite aqui o título da sua notícia / artigo

Descreva aqui um pequeno resumo para sua notícia. Sugestão de no máximo 140 caracteres.

Brigada Militar e Polícia Civil prendem homem por Posse Irreg...

A Brigada Militar, através do 29°BPM e a Polícia Civil, através da Draco, na terça-feira (21/5), desencadearam operação conjunta em Ijuí

Dois corpos, e perna de possíveis vítimas foram localizados n...

Seguem as buscas por desaparecidos após a catástrofe que atinge o Rio Grande do Sul, e que também deixou rastros de destruição e ceifou vidas no Vale do Taquari.

Venâncio Aires confirma morte de morador por leptospirose apó...

A Prefeitura de Venâncio Aires, cidade do Vale do Rio Pardo a 133 km de Porto Alegre, confirmou uma morte por leptospirose nesta terça-feira (21).

Renascer FM
Av. Bento Gonçalves, 953 - 2º Piso, Centro, Campo Novo - RS
Copyright © 2024
Renascer FM
Av. Bento Gonçalves, 953 - 2º Piso, Centro, Campo Novo - RS
Copyright © 2024
Atendimento por WhatsApp
Estúdio
Rádio Renascer FM
Atendimento das 08:00 às 18:00hs de segunda a sexta.
Atendimento por WhatsApp
Estúdio
Rádio Renascer FM
Atendimento das 08:00 às 18:00hs de segunda a sexta.

Renascer FM

Copyright © 2024

Este site utiliza cookies para garantir que você tenha a melhor experiência. Ao clicar em 'ok" e continuar navegando, você concorda com a nossa política de privacidade